Pages




Quero agradeçer a todos os selos que venho recebendo, estou no espera do meu anjo da guarda arrumar um canto aqui no meu espaço pra eles todos, enquanto isso beleza a todos os seguidores

Não direi:
Que o silêncio me sufoca e amordaça.
Calado estou, calado ficarei,
Pois que a língua que falo é de outra raça.

Palavras consumidas se acumulam,
Se represam, cisterna de águas mortas,
Ácidas mágoas em limos transformadas,
Vaza de fundo em que há raízes tortas.

Não direi:
Que nem sequer o esforço de as dizer merecem,
Palavras que não digam quanto sei
Neste retiro em que me não conhecem.

Nem só lodos se arrastam, nem só lamas,
Nem só animais bóiam, mortos, medos,
Túrgidos frutos em cachos se entrelaçam
No negro poço de onde sobem dedos.

Só direi,
Crispadamente recolhido e mudo,
Que quem se cala quando me calei
Não poderá morrer sem dizer tudo.

José Saramago

6 comentários:

BarbaraBeatrisse disse...

Saramago filosofia e sentimento !!

BBbeijuxxxxx
http://eutocorrendo.blogspot.com/

Nana... disse...

Lindo poema não é!!
seu anjo vai arrumar um tempo viu hahahahahahahaha

Beijos ") @Nanazudah
http://meninacajuina.blogspot.com/
http://gordinhasdointerior.blogspot.com/
http://opesodopreconceito.blogspot.com/
http://deliciasdaclarisse.blogspot.com/
http://descobertasdela.blogspot.com/
http://minhamusicalidade.blogspot.com/

♥ κєκєl ♥ disse...

Saramago....tem como dizer não gostei? Jamais.

beijos lindinho

Clarissa disse...

Sou nova por aqui. Portanto, peço licença. rs Gostei do texto. As minhas visitas se tornarão constantes.

Janaína Pupo disse...

Muito bom!

Beijos.

Chikita Bakana disse...

Amo Saramago,está entre os meus escritores brasileiros preferidos!!!
Passa no Chikita Bakana para ser mais uma seguidora e amiga.

Bjs,

Rita Barroso
http://www.chikitabakana.com/

 

Copyright © Do coração para fora. Template created by Volverene from Templates Block
WP by Simply WP | Solitaire Online